Quinta, 05 Agosto 2021 21:13

O Pergaminho Vermelho estreia dia 6 de agosto no Disney+

Rate this item
(0 votes)

Animação nacional da Vitrine Filmes com Any Gabrielly no elenco de dubladores chega no Disney+ dia 6 de agosto.

A aventura da jovem Nina, de 13 anos, vai ganhar as telas do Disney+. Dirigido por Nelson Botter Jr., "O Pergaminho Vermelho” é a primeira animação brasileira no catálogo da plataforma e está concorrendo ao troféu de melhor animação dos Prêmios Platino do Cinema Ibero-Americano, que acontece em Madri, em outubro. O longa conta a história da menina que se intriga ao perceber que todas as crianças têm pesadelos recorrentes. Ao encontrar um pergaminho vermelho, Nina é transportada para um mundo novo, chamado Tellurian. Lá, ela conta com a ajuda de um super grupo para derrotar o temido Lorde Dark, o senhor dos pesadelos, e assim poder voltar para casa cheia de sonhos bons.

Na coletiva de imprensa online, que aconteceu na quarta, com Nelson e Any Gabrielly. Ficamos sabendo que a produção durou 10 anos para estrear. Começou com a ideia de ser uma série, depois virou filme 3d, até que virou filme 2D, e assim vai chegar na casa de cada um através do Disney+.

Animação nacional da Vitrine Filmes com Any Gabrielly no elenco de dubladores chega no Disney+ dia 6 de agosto.

Vamos encontrar um filme de animação que fala sobre o amor, desenvolvimento pessoal, a transição entre infância e adolescência, e responsabilidade. A animação conversa com o público infantil e adolescente, um filme perfeito para assistir em família.

"Queríamos abordar o mundo da imaginação das crianças, o motorzinho que impulsiona todas as criações e fantasias infantis, sempre tão livres de amarras e limites. Para isso, imaginamos uma aventura em um mundo onírico, que servisse de representação para tudo isso, nosso inconsciente coletivo, como uma Alice no País das Maravilhas. Conforme a história foi avançando, novas ideias foram surgindo e a jornada do herói de Joseph Campbell foi ficando cada vez mais viva em nosso texto, trazendo como inspiração todas as histórias que seguem essa estrutura, como Senhor dos Anéis, Star Wars e muitas outras. Assim, podemos definir que é como se a Alice visitasse uma versão da Terra Média, com toques de mitologia e folclore sul-americano. Uma mistura muito divertida e curiosa" , revela Botter Jr.

Como vimos, Nelson se inspirou bastante em Alice no País das Maravilhas e em Senhor dos Anéis, tem inspiração, também, no folclore, não só brasileiro, mas também no latino americano.

Nina é uma adolescente, de 13 anos, skatista (alô, Olimpíadas! rsrs) que quer sumir, pois seus pais estão pensando em se separar, por causa dela. Além disso, ela fica intrigada ao perceber que todas as crianças estão tendo pesadelos recorrentes. Até que ela encontra o pergaminho vermelho e acaba caindo em um mundo imaginário - Tellurian - e conhece o Lorde Dark, o "curupira", ou melhor a Idril - que conta com a atriz e cantora Any Gabrielly, do Now United, como uma das vozes originais do longa, dando vida a personagem - e o músico Vitor.

Animação nacional da Vitrine Filmes com Any Gabrielly no elenco de dubladores chega no Disney+ dia 6 de agosto.

"Eu fico muito feliz de fazer parte de tudo isso e da grandiosidade desse projeto, são anos e anos de desenvolvimento do filme, e agora vê-lo sendo liberado para o público numa plataforma tão incrível, com todo esse carinho, é muito bom", contou Any em entrevista na coletiva.

Any comentou ainda que fica muito feliz em inspirar pessoas com o seu trabalho. “É muito bom assistir alguma coisa, ler alguma coisa que você possa se identificar e se ver naquilo, então ver uma personagem de tanta força e com o coração tão grande como a Idril representando tantas meninas é muito bom”.

Lorde Dark conseguiu enganar a Nina e pegou o pergaminho, deixando Tellurian cada vez mais nas trevas. Nina e sua coragem, que ela descobre no meio do caminho, com seus amigos e seu ursinho preferido, ajudam a salvar Tellurian das trevas e assim voltar para casa. Sem contar, que tem uma mensagem bem fofa no final.

Escrito a “oito mãos” por Nelson Botter Jr. Fernando Alonso, Keka Reis e Leo Lousada, o filme levou 10 anos para ficar pronto. “O processo de roteirização do filme foi muito intenso. Levou cerca de cinco anos entre idas e vindas. Levamos um ano de conversas para encontrar um ponto entre nossa visão de filme e o que era possível ser produzido. Num determinado ponto, não estávamos ainda satisfeitos com a história, mas eu, o Fernando e o Leo já estávamos muito viciados nas mesmas ideias. A Keka veio com uma pegada mais focada em adolescentes, o que ajudou a história a ganhar um frescor, revitalizando o processo todo de criação e fazendo com que o trio de roteiristas pudesse mergulhar de novo naquilo tudo. Quando há muita gente envolvida, geralmente as ideias começam a conflitar, mas nesse caso fluiu muito bem”, conta.

Para Botter Jr., a animação se relaciona com o momento atual do mundo. “O filme fala muito sobre o amor, sobre o processo de amadurecimento, sobre os conflitos internos da personagem principal. Tudo isso pode ser refletido no atual momento em que vivemos, seja na segurança que encontramos em nossos lares, seja num processo árduo de sobrevivência, onde ao final sairemos mais fortes. Assim como ocorre com nossa personagem central, que se vê jogada numa missão perigosa e nebulosa, a pandemia é uma prova muito dura para todos nós, que deve ser vencida e superada com muito sacrifício”, conclui.

Animação nacional da Vitrine Filmes com Any Gabrielly no elenco de dubladores chega no Disney+ dia 6 de agosto.

6 de agosto no Disney+

Read 160 times Last modified on Quinta, 05 Agosto 2021 21:43

Deixe um comentário

Sobre

O blog vai muito além do nome, pretende ser um lugar onde as pessoas gostam de saber das novidades, tendências e inspirações, mas tudo com muita qualidade e bom gosto. Transformando assim o "Pouco" em algo bem relativo. {não acham?!}

Venha você, também, ser Feliz com Pouco! ♥

Conheça!

We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…